11.7.11

O meu filho mantinha o mesmo grupo de amigos desde a infância, o que me deixava bastante descansada. Agora que fez 15 anos, começou a sair com um grupo cujo aspecto não me agrada nada. Não sei o que fazer, já que sempre que tento falar com ele há discussão.

Perpétua J. , Santarém

O grupo de amigos é extremamente importante durante a adolescência. É face aos seus pares que o jovem cria a sua identidade e dá os primeiros passos rumo á autonomia. No entanto, apesar de a família ficar relegada para segundo plano, não deixa de ter a sua importância. Já constatou que emitir juízos de valor sobre o grupo dá mau resultado, ou seja, transmitir-lhe opiniões negativas sobre os amigos do seu filho é algo extremamente complicado porque pode provocar um maior afastamento.

É mais adequado tentar dialogar com ele, evitando focar directamente o assunto e não fazendo perguntas directas. Recorra a exemplos de outras pessoas, ou a histórias passadas consigo, sem nunca se referir a ele. Deste modo poderá conseguir transmitir-lhe algumas mensagens que ele não entenderá como ordens. Ao contrário do que possa pensar, ele irá reflectir sobre aquilo que ouve. Ao longo do tempo, vai ver que ele próprio poderá distanciar-se do grupo se se aperceber que não é o mais aconselhável, em termos de companhia.

link do postPor psicologiacriancaeadolescente, às 09:43  comentar


 
Envie a sua questão
Este consultório online é um espaço onde pode colocar as suas dúvidas no âmbito da Psicologia da Criança e do Adolescente. Este consultório tem um carácter informativo e o acompanhamento médico especializado por parte dos leitores não deve ser descuidado.

E-mail: tp_marques@sapo.pt
subscrever feeds
blogs SAPO