31.3.09

 

A ansiedade é uma emoção vaga, um misto de medo e de apreensão. Habitualmente é acompanhada por alguma tensão, dado existir a antecipação de um perigo (real ou imaginário).
 
As crianças podem não saber descrever esta emoção e, quando a reconhecem, dificilmente terão a noção de se tratar de algo exagerado ou anormal. Habitualmente é um adulto que se apercebe do sofrimento que a ansiedade excessiva lhe está a provocar.
 
Uma maneira de fazer a distinção entre a ansiedade dita normal e a ansiedade patológica, consiste em avaliar a duração e a proporcionalidade em relação ao estímulo. As respostas normais são passageiras e sua intensidade varia de acordo com a gravidade das ameaças.
 
Por sua vez, quando a criança está permanentemente ansiosa, ou se perante um estímulo ansiogénico a sua resposta é mais intensa do que ocorre noutras crianças da mesma faixa etária, estaremos certamente perante um quadro de distúrbio/transtorno de ansiedade.
 
Como acontece nos adultos, a prevalência dos transtornos da ansiedade nas crianças é elevada. Uma em cada 10 crianças ou adolescentes apresenta algum quadro de ansiedade patológica. Os mais comuns são : ansiedade de separação, transtorno de ansiedade excessiva, as fobias específicas, a fobia social e o transtorno de pânico.
 
Estes problemas incidem tanto nas meninas como nos meninos, ainda que na idade adulta sejam as mulheres as mais atingidas. Habitualmente há flutuações de intensidade, isto é, existe alturas em que a ansiedade diminui e outras em que aumenta.
 
O tipo de intervenção depende do grau de ansiedade da criança, podendo ser necessário o recurso a medicação ou terapia ou, em muitos casos, a combinação dos dois.
 
link do postPor psicologiacriancaeadolescente, às 23:38  comentar

 



Espaço onde pode colocar as suas dúvidas acerca dos seus filhos, sejam eles crianças ou adolescentes.
Envie a sua questão
Este consultório online é um espaço onde pode colocar as suas dúvidas no âmbito da Psicologia da Criança e do Adolescente. Este consultório tem um carácter informativo e o acompanhamento médico especializado por parte dos leitores não deve ser descuidado.

E-mail: tp_marques@sapo.pt
Drª Teresa Paula Marques
Licenciada em Psicologia Clínica (ISPA), Mestre em Psicopatologia e Psicologia Clínica (ISPA), Pós-graduada em Avaliação Psicológica em Contexto Escolar (FPCEUL), Psicoterapeuta Breve (SPPB), Doutoranda em Psicologia da Educação (FPCEUL).
Exerce Psicologia Clínica há quase duas décadas.

Actualmente é responsável pelo Serviço de Psicologia de um Externato em Lisboa e docente da cadeira de Psicologia do Desenvolvimento na Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa, no curso de Enfermagem.
Paralelamente atende crianças e adolescentes no consultório privado e é autora de 4 livros sobre Psicologia Infantil e do Adolescente. Já foi psicóloga residente em programas de televisão e mantém colaborações regulares com diversos jornais e revistas.
Actualmente responsável pelo consultório "FILHOS" na revista TvMais (periodicidade quinzenal)

Para saber locais de consultório aceda ao site: www.teresapaulamarques.com blog : http://teresapaulamarques.zip.net
blogs SAPO